Seja amigo do seu cliente e ele não abrirá mão de você
Julho 20, 2018 Geral

Seja amigo do seu cliente e ele não abrirá mão de você

Hoje, mais do que nunca, o seu cliente deseja ser escutado e compreendido. É necessário que as empresas abram mão de focar em metas e vendas rápidas e comecem a repensar em vendas como um processo e construção de relacionamento entre seus vendedores e clientes.

Entender as dores do seu cliente: essa é a frase que mais escutamos quando estamos aprendendo ou pesquisando sobre técnicas de vendas. Mas você já parou pra pensar que quando agimos com empatia, sem termos como ponto de vista apenas a realidade do nosso mundo, conseguimos conquistar a confiança e a aproximação de um indivíduo? Hoje, mais do que nunca, as pessoas não querem ser apenas ouvidas. Elas querem ser escutadas. E mais do que isso, elas igualmente querem ser entendidas e compreendidas.

No universo das vendas, não seria diferente. O cliente procura um determinado produto ou serviço com o intuito de sanar um problema ou necessidade. Às vezes de forma já direta e decidida, outras, o cliente precisa se abrir para o consultor de vendas, para que ele entenda de qual necessidade ela está se referindo e qual produto ou serviço seria realmente o ideal para essa pessoa. Viu? É daí que começa um relacionamento. Tudo isso envolve diálogo, muito diálogo, paciência, confiança, empatia, simpatia, segurança e profissionalismo.

A gente não faz amigos, reconhece-os

O consultor passa, então, a se relacionar com seu cliente, que logo mais, se tornará um amigo.  A palavra “amigo”, segundo o dicionário, significa “um nome que se dá a um indivíduo que mantém um relacionamento de afeto, consideração e respeito”. Ainda não tínhamos citado, mas você consegue perceber que afeto, consideração e respeito também fazem parte de um processo de vendas? O afeto, no universo dos negócios, tem a ver com a forma como esse vendedor vai abordar e atender seu cliente, já a consideração, tem a ver com a empatia, que já citamos, é quando o vendedor se coloca no lugar do seu cliente, não abre mão da verdade e da sinceridade, já o respeito, nos remete ao profissionalismo, a seriedade e a confiança que o vendedor abraça a “dor” desse cliente, e como o cliente enxerga o consultor na hora de contar-lhe sobre essas “dores”.

Tudo isso é uma construção. Há um caminho o qual eles precisam seguir. Em cada contato, eles poderão receber e perceber que, de antemão, um relacionamento de amizade entre vendedor e cliente está sendo fortalecido.

A hora é agora!

Dessa forma, se você quer fazer a diferença nesse mercado, você precisa apostar em relacionamentos. Parece clichê? Mas se trata de uma verdade. Essa é uma grande tendência para os próximos anos. Isso não tem a ver com previsões, e sim, com experiências bem vividas de empresas que já possuem essa mentalidade.

Hoje, é o dia do amigo. Use esse dia como um “divisor de águas” no seu negócio. Que tal começar a abordar seus clientes de outra forma? Ouvi-los, entendê-los e compreendê-los são os primeiros e mais importantes passos. Primeiramente, comece por aqueles que você já tem algum tipo de relacionamento, mesmo que distante. Com o tempo, a sua capacidade de entender as situações e os seus clientes irá aumentar, o seu discernimento nas reais necessidades deles estará mais alinhado e enfim, você será capaz de encontrar o momento ideal para e afinar o relacionamento com ele sem parecer forçado ou fingido.

Boas vendas!

Deixe um comentário