DDoS e Ransoware, esteja pronto para o que está por vir com a IoT
Abril 11, 2019 Matérias

DDoS e Ransoware, esteja pronto para o que está por vir com a IoT

Com o crescimento acelerado da tecnologia, cada vez mais dispositivos estão conectados à internet, e segurança infelizmente não é a maior preocupação dos desenvolvedores e fabricantes.

A União de Telecomunicações Internacional (ITU — International Telecommunication Union) estima que, em 2018, 51.2% da população estava utilizando a internet e, de acordo com a estimativa, teremos cerca de 30 bilhões de dispositivos interconectados e com acesso à internet em 2022.

https://www.itu.int/en/ITU-D/Statistics/Pages/stat/default.aspx

Com o crescimento acelerado da tecnologia, cada vez mais dispositivos estão conectados à internet, e segurança infelizmente não é a maior preocupação dos desenvolvedores e fabricantes. Este fato está relacionado diretamente a uma crescente exposição dos dados ao mundo cibernético, onde um imenso dano pode ser causado à segurança da informação.

DDoS e Ransomware, prepare-se!

Quanto mais estamos imersos na era IoT (Internet of Things) mais aumentam o número de dispositivos “zumbis” que servirão para ataques DDoS (Distributed Deny of Service). Estes dispositivos infectados compõem a tão conhecida botnet. Além disso, estatísticas sobre ameaças a redes de computadores são alarmantes e refletem em uma mudança preocupante para ameaças mais maliciosas, muitas vezes diretamente relacionada com a má utilização dos serviços pelos usuários.

O ransomware continua atormentando empresas e consumidores, com grandes volumes de e-mails maliciosos sendo encaminhados a cada segundo. Em alguns casos, as organizações podem ser sobrecarregadas com o grande volume de e-mails repletos de ransomware que recebem.

Os agressores estão exigindo cada vez mais das vítimas, cobrando fortunas para a liberação do sequestro dos sistemas e dispositivos. O custo médio de resgate em 2018 subiu para cerca de US$ 1.800, o valor por resgate geralmente varia de US$1000 a US$5000 e deve ser pago em criptomoedas.

 

“DDoS and Ransomware attacks are becoming some of the most common and dangerous threats healthcare IT team face today.” Susan Biddle Senior Director of Marketing, Fortinet.

 

Contra as inúmeras vulnerabilidades e falhas de segurança lógica, diversas soluções são fornecidades como serviços. Entre elas, as mais comuns para atenderem ao problemas citados anteriormente são: anti-DDoS e NGFW (New Generation Firewall).

Soluções

A solução anti-DDoS mais comumente utilizada é a que chamamos de DDoS Cloud Scrubbing, onde todo o tráfego é examinado e filtrado, sendo encaminhado para o destino apenas o tráfego genuíno. As melhores soluções do mercado fornecem uma infraestrutura distribuída, permitindo uma proteção mais agressiva através de bloqueio por geolocalização.

Atualmente a HostDime conta com uma das maiores redes de proteção DDoS do mundo, tendo um alcance de até 4.2TB protegidos de forma distribuída, permitindo inclusive bloqueio por geolocalização, além de outras vantagens.

O NGFW trata-se de um conjunto de ferramentas de segurança em um único equipamento, com hardware e inteligência dedicada para ação e tomada de decisões que irão manter uma rede segura e fluindo em alta performance. As soluções mais atuais contam com bancos de dados que irão prover uma certa automação no bloqueio de falhas conhecidas, inclusive as famosas “zero day vulnerabilities” (vulnerabilidades identificadas em menos de 24h). Além de firewall, o NGFW também é IPS (Intrusion Prevention Security), IDS (Intrusion Detection Security), Antivírus, Controle de aplicações, SDWAN, dentre diversas outras funcionalidades. Hoje a Hostdime já conta com equipamentos dos líderes de mercado, inclusive de líderes do Gartner.

Deixe um comentário